COVER 22+4-2

Notícias

CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SÃO APROVADOS

A Faculdade São Francisco de Assis (FSFA) obteve aprovação nos cursos EAD que pretende oferecer ao público interessado. Na última visita do MEC, a instituição atingiu nota quatro em uma escala de cinco, referente a produção e o desenvolvimento de toda a estrutura necessária para aplicação dos cursos a distância.

Os cursos avaliados e aprovados são: Bacharel em Administração e Ciências Contábeis, Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão da Tecnologia da Informação e Gestão de Recursos Humanos. A Faculdade aguarda a análise do relatório pela Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) para obtenção do credenciamento dos cursos. Até a data da publicação destas informações não se havia recebido resposta.

Segundo o Professor e Pesquisador da área José Manuel Moran, “Educação a distância é o processo de ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e/ou temporalmente”.

A FSFA que hoje dispõe de cursos presenciais projeta novos desafios a partir da oferta de Ensino a Distância. Antes mesmo dessa possibilidade, a Instituição já conta com um sistema digital de comunicação (Gennera) que atende alunos e professores nas tarefas acadêmicas. O acesso é realizado pelo próprio site da instituição e nele o corpo acadêmico pode interagir entre si, compartilhar conteúdo, acompanhar notas e frequência e ainda acessar cópias de documentos (contratos, históricos, atestados).

A experiência de promover cursos presenciais somados ao modelo de Ensino a Distância que a Faculdade irá oferecer, vai de encontro ao que propõe o professor Moran. “Há necessidades de as universidades repensarem seus modelos pedagógicos, que implicam em processos mais sofisticados de interação entre professores-alunos, e professores-professores.”

Confira na sequência uma das respostas dada pelo professor ao Instituto UVB.BR e replicada pelo Núcleo EAD da UFRGS.

Para onde caminha a educação a distância? O caminho está na tecnologia ou na pedagogia?

José Manuel Moran – A educação a distância (EAD) caminha tanto para uma evolução tecnológica como pedagógica. Tudo o que fazíamos em EAD era mais voltado para o indivíduo e proposto de forma massiva. Agora a produção também pode ser voltada para o indivíduo, mas para o indivíduo que se conecta, que pode ser inserido em grupos. Assim, o material é mais adaptado ao ritmo do aluno. Isso é um grande avanço tecnológico.

Mas pedagogicamente, hoje, educar a distância não é só disponibilizar materiais. Significa também interagir, trocar, aprender em conjunto, mudar. Essas formas de ensinar e aprender também precisam ser desenvolvidos nas aulas presenciais, não apenas em EAD. Além disso, nos próximos anos, surgirão muitos modelos de educação.

Os cursos presenciais terão que mudar e a EAD não será tão exclusiva – ou você faz uma coisa ou outra. Haverá um mix de situações e alguns cursos serão mais presenciais, outros mais virtuais.

Link de acesso à entrevista na íntegra.

http://www.ufrgs.br/nucleoead/documentos/moranUniversidades.htm

 

Matéria elaborada pela Frade Agência Experimental.